O que um servidor precisa ter para usar o WordPress?

O WordPress é um gerenciador de conteúdo escrito na Linguagem de Programação PHP e assim como qualquer outro site ou sistema ele tem suas necessidades especiais. A primordial é ser uma hospedagem no sistema operacional Linux. A escolha de uma hospedagem é uma parte muito importante para o sucesso do seu projeto. Abaixo listo os primeiros requisitos que são primordiais para o perfeito funcionamento de um site ou sistema no WordPress:

  • Sistema Operacional Linux.
  • Versão do PHP 5.2.4 ou superior.
  • Versão do MySQL 5.0 ou superior.
  • Memória PHP Mínima 64MB.

BLOG-requisitos-basicos-que-um-servidor-precisa-para-rodar-wordpress

Antes de contratar uma hospedagem consulte se atende esses requisitos, mas não é só isso que você deve levar em conta na hora de escolher uma. Muitas pessoas e empresas caem no erro de escolher uma hospedagem pensando no valor mais barato. E esquecem que o barato pode sair caro na hora em que você precisar de suporte que te atenda, de certeza que sua aplicação vai estar segura e longe de quedas. A melhor forma de descobrir a hospedagem e plano perfeito para o seu projeto é buscar referências sobre ela. Saber o que o outras pessoas falam e quais as experiências de uso que tiveram. Assim você evita de cair nos problemas mais comuns de uma hospedagem, abaixo listarei alguns desses problemas:

Desempenho:
Você contratou a hospedagem sem levar em conta o que foi citado aqui. Instalou o WordPress, escolheu e instalou seu tema e plugins favoritos, seu site foi pro ar, lindo do jeitinho que você queria. Uma maravilha! Mas quando começam a surgir e aumentar os acessos e o tráfego seu site começa a ficar cada dia mais lento. Isso é comum porque hospedagens costumam ter servidores compartilhados, não se preocupando tanto com segurança e ferramentas que otimizem e mantenham o desempenho da hospedagem.

Moral da história:
“Você tem um site lindo, porém lento e não converte porque visitantes não gostam de sites lentos e nem mecanismos de busca.”

Instalação por um clique:
É comum hoje as hospedagens oferecerem a instalação por um clique, você acredita estar instalando o WordPress sem nenhum trabalho, mas será que é instalado da melhor maneira? A resposta é: claro que não. Essas instalações por melhores que sejam não se preocupam com a segurança do banco de dados e muitas vezes instalam o WordPress em versões mais antigas e as vezes até em outras línguas o que pode gerar muito mais trabalho para você.

Moral da história:
“Não espere que os servidores de hospedagem saibam de WordPress e do que ele precisa, porque poucos sabem. Mais vale pesquisar, ler a documentação e instalar sozinho, mas do jeito certo.”

A melhor forma de escolher uma hospedagem é primeiro saber o que você precisa abaixo. Listaremos abaixo 3 tipos de aplicações WordPress e algumas dicas de qual tipo de hospedagem escolher.

1º Caso:
Seu projeto é um site institucional com poucas atualizações e pouco fluxo.
Nesse caso você pode optar por servidores compartilhados e até mesmo pacotes básicos dessas hospedagens. Claro procurando ver as vantagens que a hospedagem oferece, buscando referencias sobre aquela hospedagem, para ter certeza que mesmo simples ela supra todas as necessidades da sua aplicação.

2º Caso:
Seu projeto é um blog que vai ter bastante conteúdo diário, mensal e um fluxo muito grande de informações desde textos, vídeos e imagens.
Com um projeto um pouco maior, já vale mais a pena investir em uma infraestrutura melhor, caso não possa pagar um servidor dedicado e alguém para configurar esse servidor para você. Use uma hospedagem compartilhada que você tenha pesquisado e saiba que tem uma boa performance, um bom suporte que te atenda sempre que precise. E a melhor infraestrutura necessária. Costumo comparar isso com uma casa, não adianta construir uma casa enorme, linda do jeitinho que você sempre quis. E colocar ela em um terreno desnivelado ou em um local perigoso.

3º Caso:
Seu projeto é uma aplicação robusta como uma Loja Virtual, um portal de notícias, etc.
Esse já é um caso em que um problema de desempenho ou uma queda na hospedagem podem acabar com o seu negócio. Estudos comprovam que o usuário que procura uma Loja Virtual e a mesma está fora do ar, dificilmente volta nela. Por isso é importante investir mais em infraestrutura e começar logo com um servidor dedicado, bem configurado com as melhores ferramentas. Vai ser um gasto alto no início porém vai te dar a certeza de que seu projeto será sólido e sem nenhum tipo de problema.

Conclusão na hora de escolher o melhor servidor de hospedagem a frase desse momento tem que ser “bom senso”. Por isso vale a pena perder um tempo pesquisando e pesando os prós e contras na balança, para não sofrer as consequências de uma escolha ruim depois, e correr o risco de estragar o seu negócio. Mas não desanime hospedar WordPress pode não parecer um mar de rosas e fácil como você lê por ai. Mas o que não falta é tutorial e documentações para te ajudar não só na escolha da melhor hospedagem como na instalação e configuração.

Um comentário sobre “O que um servidor precisa ter para usar o WordPress?

  1. Legal a iniciativa do post, porém gostaria de fazer umas observações a respeito dos requisitos para execução do WordPress.

    Tendo em vista que o “end-of-life” do PHP 5.2 foi em janeiro de 2011, essa indicação de versão é totalmente insustentável, por mais que a página de “requirements” ( https://wordpress.org/about/requirements/ ou https://codex.wordpress.org/Hosting_WordPress ) esteja desatualizada e informando que o PHP 5.2.4 é o requisito mínimo para execução do WordPress.

    Além disso, vale citar que mesmo o PHP 5.3 teve seu end-of-life anunciado em agosto do ano passado. Portanto, o ideal seria utilizar o PHP 5.4 ou superior para rodar o WordPress.

    O mesmo vale para o MySQL, sendo que o 5.0 já foi descontinuado. O 5.1 ainda oferece “legacy support”, mas podemos assumir que em breve ele será descontinuado também. O ideal seria utilizar o 5.5 ou superior.

    Seria isso. Espero ter contribuído para o post de alguma forma 🙂

    Abraços

Os comentários estão fechados.